"Estamos vivendo os últimos dias....

... eu quero perguntar: Como está a sua vida?"

Essa semana, coloquei pra tocar o cd Muito Mais.
Ouví ele bastante na adolescência por causa da Nivea Soares, mas foi engraçado descobrir, há algumas semanas, que um dos caras que compõem e cantam é o Samuel Mizrahy, que ministra lá na Batista do Povo, na V. Mariana. Além das canções lindas, a unção e o bom humor do Samuka (que intchimidadi é essa?!) acompanham a sua bela voz e faz todo louvor ficar "mais de Deus". 
Enfim, sobre o título deste post, resolví escrever sobre o que tenho refletido ultimamente, especificamente por causa da escola. É muito bom dar aulas, e viver e transmitiar algo que não é pesaroso como a cultura e a arte, mas mesmo assim, tenho lidado com uma situação extremamente nova: a escola já não é mais o mesmo lugar que estudamos. Isso por causa da "clientela" que lá temos. Não sei se é mais por causa do bairro (que já não é lá grande coisa e tem piorado sempre), o que acaba nos levando ao real motivo de tudo: os alunos. 
Apesar de limpos, vestidos e alimentados, lido com mini-pessoas que tem atitudes inacreditáveis. Desrespeito, falta de amor (isso vem de casa, viu?!), palavras que eles não deveriam nem conhecer... enfim, isso e muito mais em alunos de 2ªs e 3ªs séries. 
Depois de tantas surpresas ( e a cada dia surge mais uma) descobrí que mais do que ensino, sinto que esse é um momento de semeadura. Semeadura de ações de amor, respeito, de Deus na vida destes, de frutos do Espírito demonstrados a todos. Paciência é um dos que mais preciso, em alguns poucos casos.  
É um tempo de muito aprendizado. 
Realmente espero mudanças, a começar em mim. 

Vamos orar, interceder.. semear e aguardar no Senhor, pelos frutos que um dia, não sei quando, virão! 

Quanto á musica, dá pra conhecer melhor o Samuel por AQUI. Aproveitem e acessem o myspace dele... ah, e em breve rola lançamento do cd lá na Batista. Vamu?

Teh...
pri.scila

Um comentário:

  1. Pri, tem uma canção do João Alexandre que amo muito e diz: "Seja a minha vida o padrão naquilo que eu falar, no procedimento, no exemplo aos fiéis levar.."... aqui no seu caso "aos pequenos levar". De tudo que você falou, vai ser assim que você vai semear a Palavra nos seus alunos, com sua vida. A Kaká tb deu aulas no ensino público (em Patos de Minas/MG) e dizia que o mais difícil era constatar que os tempos mudaram e as crianças já não pensam com cabeça de criança... mas ela foi perseverante e com a vida dela deu exemplo... foi eleita pelos alunos a professora nota dez no ano que deu aula, não pra orgulho dela, mas pra Honra de Deus, a quem ela ama e serve. Vale o incentivo pra você que está começando, fique firme no Senhor, persevera e espera Nele que a vitória é certa!! Parabéns, você já está no caminho certo.
    Beijo da tia coruja que te ama muito!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu carinho e recado.