Não me defino, não me defino....

Não me definoooo... _menudos_feelings_     
Tô passando por uma fase complicada.
 Agora que tô trabalhando, já começo a pensar na decoração da nossa casa, quando eu e o Di conseguirmos comprá-la. Assim como sou eclética na música, acho que o estilo de decoração da casa vai ficar meio assim, misturado, de tudo um pouco, e eu realmente não sei se quero que isso aconteça. Quero que seja neutra, como uma tela, me possibilitando a "pintar/decorar" da maneira que estiver me sentindo a fim, e tb quero ela ela marcante, com cores, espaços temáticos e afins.


      Meu outro ponto de discussão é o gosto do Di, ele é super moderno, minimalista. Eu TB gosto desse estilo clean, mas daí eu já começo a lembrar que gosto de muita coisa velha. Daí... será que eu tenho uma veia  vintage? Adoro pátina, móveis rústicos, antigos, gastos pelo tempo, que agregam valores e histórias. Ao mesmo tempo, gosto de grafitte, toy art, a plasticidade e cores intensas dos anos 70 e 80.



        Confesso que é bem difícil. Ás vezes me sinto uma otária, pra quem todos apontam e dizem: Que menina mais sem definição! Fico com receio de achar que gosto de quase tudo o que os outros gostam, que copio modas e manias. Será que sou um ser tão esponjoso como imagino?



      Quem me conhece sabe que sou GAMADJENHA no estilo/cultura gringa, especialmente a dos Estados Unidos. Eles são tão DIY, tão faça-vc-mesmo! Muitas vezes ouço músicas e frases que ficam tão mais bonitas na sua língua de origem do que traduzidas em português. Mas daí vejo que ainda tenho minha queda pelo mundo oriental, como luminárias japonesas, velas indianas, futtons, espaços com decoração gótica e etc.

Finalmente acho que não sei como me modelar. Realmente rótulos são para geléias, e eu sou um mix tão intenso e inverso de tudo, que o sabor da minha geléia acaba sendo inenarrável. Apesar de tudo, gosto muito disso. De poder gostar de tudo (ou quase) e querer trazer isso pra perto de mim. Realmente não sei como as coisas serão em casa. Por isso, rogo que o Altíssimo me conceda uma casa com 4 quartos, 2 suítes, á um valor irrisório, com direito á uma diarista, e muitos convidados, pra usufruirem dessa minha louca liberdade. 
Enquanto isso, me seguro pra não bater um só prego na parede, já que a cor que a dona do apê pintou a sala é um areia estranho e quando sair daqui eu não movo um dedo para pintá-la, ou rebocá-la. Afinal, o que pe nosso tá guardado, e eu nem tenho tantos quadros assim pra pendurar!!!
 Minha coceira na decoração estou resolvendo no meu cantinho da costura, mas isso aí é papo só do próximo post.. tô devendo a novidade, eu sei, mas é que tem que ser perfect!!!

 Deixo vcs com uma foto de uma sala q acho super fofa. Meu sonho de consumo: piso de madeira. Um tudo!
Bjus 

pri.scila!

3 comentários:

  1. Sua indefinição serve de inspiração pra mim!
    rsrs

    Eu amei e me apaixonei pelos tons da 1a foto... será q cansa? Acho q não, depois troca pq são acessórios, né?
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Tb sou assim... me preparando pro apê novo.. ai ai ai
    Beijoo,
    Cy

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu carinho e recado.