Imagine só...

Um depósito. 
O lugar onde vc normalmente coloca coisas importantes das quais gosta mas não precisa no momento, ou talvez aquela bugiganga que vc comprou na empolgação e agora não sabe onde enfiar e o que fazer. Agora pense nas escolas municipais. Agora pense na escola onde eu trabalho. Pois eu me sinto em  lugar como esse  quando vou trabalhar. 

Não digo que a escola seja um lugar abandonado, mal cuidado, escuro e sem ventilação, mas sinto que metade dos alunos que são colocados lá, durante o período de 5 horas ao dia, estão lá mesmo já que os pais querem ficar livres da pessoinha sem limites e valores que criaram e assim tenham um tempo pra si (mais do que muitos já tem).

Hoje foi um dia muito difícil no trabalho. Tive que lidar com conflitos inimagináveis num lugar onde o que espera é que haja respeito, dignidade, e aonde o professor deve ser o mediador entre o conteúdo/informação e o aluno. Mas não é assim que funcionam as coisas por lá.

Lá eu separo brigas, ouço palavrões, seguro alunos e faço ocorrências (disciplinares). Aliás faço mais do que consigo dar uma aula.
Lá, o professor não pode ter autoridade, pois qq forma de autoridade denota abuso segundo as leias que hoje defendem as crianças. Lá, eu não posso colocar um aluno fora da sala de aula pois segundo a lei nenhuma criança pode ser impedida de assistir aula, mesma que essa criança deixe a professora em estado de calamidade pública e puro stress. 

 Lá, quando vc chama um responsável para conversar sobre uma atitude errada do filho ou ele NUNCA aparece, ou quando responde a uma convocação diz que o filho não dá problemas em casa ou que não tem mais controle do filho de 11 anos e não sabe mais o que fazer.

Lá tenho alunos na sexta e oitava série que não sabem escrever ou ler. Lé eles tão pouco se lixando de copiara  matéria da lousa ou entregar atividade e trabalhos afinal "ELES NÃO REPETEM"! Os professores estão lá para gastarem o seu tempo, serem enganados e em algumas vezes roubados.

Lá, frequentemente os alunos estão ameaçando uns aos outros, brigando e se xingando. Lá entra droga. Lá o responsável que já foi convocado dezenas de vezes só aparece quando o filho é vítima e nunca quando o filho desrespeitou o professor, outros funcionários da unidade escolar ou o colega. Lá os pais mandam o filho doente pois tem medo de perder o "leite" ou o bolsa família. Lá não pode ou não deve ser feito nada que mostre que existem consequências para as atitudes erradas e inaceitáveis de um aluno - advertências, suspensão ou expulsão? Imaaaginaaa! Idéia de louco!

Ou seja, se em só uma unidade escolar lido com centenas de futuros "cidadão" e metade deles não tem valores familiares e pior do que isso, não tem valores pessoais. Não existem consequências, ou melhor, não podem existir porque isso só faria com que essa criança ficasse traumatizada com qualquer tipo de castigo. 

Agora me fala.... 
depois que acontece algo insano, como a grande a quantidade de pessoas que perguntam ironicamente: "Onde estava Deus naquela hora?"
Ora, Deus não foi convidado quando uma lei foi criada e nela pai não pode disciplinar o filho.
Deus não foi convidado quando aprovaram o "bolsa-família" onde pais sem recurso não se preocupam em ensinar valores aos filhos e sim na quantidade de filhos que podem ter pra aumentar a renda.
Deus não foi convidado ao se criar uma lei onde toda criança tem direito a educação, mesmo que ela não queira ou não dê importância ao profissional que o transmite.
Deus não foi convidado quando criaram músicas de conteúdo pornográfico ou incentivaram a produção cinematográfica brasileira a valorizar a vida de uma prostituta e a de usuários de droga.

Ninguém quis Deus naquela hora...
O unica coisa que povo escolheu endeusar foi a mentira, o dinheiro, a liberdade, a corrupção, o egoísmo e o "eu tenho direito de ser feliz"... Esse é o único deus que muitos querem perto de si.

FELIZES?
Eu não estou! Não consigo estar... e só consigo saber que isso vai piorar!
Não é questão de esperança, pq eu sei que não há esperança pra esse mundo.
E pq a corrupção e o pecado  já estão tão engruvinhados no coração das pessoas , que é impossível olhar com amor e humildade para as outras. ! Qual será o ponto final disso tudo? Quando?
E diante de tanto mal no mundo... ... como será que o nosso Criador aguenta?

Será que o meu coração aguenta?
Concluo que só conseguirei passar por isso se estiver n'Ele, e fizer por Ele e para Ele! Como mais?

5 comentários:

  1. Bom, se tem uma pessoa q te entende, essa pessoa sou eu.
    rs Estou tão cansada, de saco tão cheio, que nem sei. Não se sinta só, só isso q posso falar nesse momento. Sabe que me sinto triste por estar assim, tão desiludida com essa profissão, não quero parecer pessimista, mas a verdade é que a realidade tem sido difícil para mim. Fique bem.

    ResponderExcluir
  2. Que Deus nos ajude! Que nossa geração faça a diferença e que o possamos ensinar a nossos filhos o que aprendemos com nossos pais. Valores, a ser família, a respeitar, a ser uma pessoa digna e temente a Deus.

    Que um dia eles possam conhecer o Únido Deus, pois o que falta para esses pais e seus antepassados é DEUS.

    Salmos 124

    Força!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Minha querida vc sabe o que somos neste mundo.
    Sal e LUZ...
    Se o sal continuar na embalagen não haverá sabor; e a lâmpada continuar apagada, o povo continuará tropeçando sem saber pra onde vai,se Deus te colocou neste lugar exerça com maestria o que Ele te confiou,bjão.

    ResponderExcluir
  4. Demais PRI, vou mandar esse texto pra uma revista, vc deixa?
    Você conseguiu "poetizar" uma triste realidade. Sem ofensas, sem sensacionalismo.... apenas levantou uma questão que é a base de tudo....
    amo0-te ó menina linda.
    abraço
    didi

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu carinho e recado.