Chá do Théo e DIY/PAP


Oba!! Chegou Setembrinnnn!
Sábado passado rolou o Chá do Théo. Tirei umas poucas fotos no iPod.
Daí que, como ainda não deu pra mandar tudo pro e-mail, peguei algumas do meu Instae vou aproveitar pra atualizar o blog nesse delicioso e friorento fim de noite de quinta-feita. Ou seja... no comecin do meu fds. 



Ps* Tô postando a minha contribuição pra festinha. O bolo de fraldas pequenino, eu sei ficou simplório, 1.pq eu num ía gastar dezenas de fraldas pra fazer um gigantesco 2.porque não sabia se ia dar certo, 3.pq tive esse insight uns 10 minutos antes de dormir e 4. porque faltando meia hora pra começar o chá é que eu realmente tive tempo de montá-lo (com a ajuda da Edi...que primorosamente enrolou as fraldas e segurou os laços). 
 Enfim, pra quem acha que é uma coisa legal e que sabe que vai ficar banalizado daqui uns meses, aproveita a idéia que ainda é fresca aqui no Brasilis e acessa esse cara aqui ensinando! Muito bacana! Não precisa entender muito de inglês.. é só seguir o passo-a-passo mesmo! Super DIY!

Outra coisa que eu amei, mas que não aparecem por aqui ainda, foram os pompons MartStewartianos que realmente são uns mimos. Kekel chegou com uma paletra bem legal pra decoração e com os pompons prontos pra abrir... e conseguiu montá-los o que me deixou mega feliz pq finalmente tive a oportunidade e a CAPACIDADE de montá-los. Ficou lindo... eu fiquei feliz de ajudar um pouquinho e colocar a mão na massa. Daqui 2 meses tem outra festança, então lá vou eu atrás de referências.

Mudando de assunto, já contei que estou sem câmera nenhuma??? ... (tem a Kodak, mas enfim) Depois do acidente com a última (eu sei...eu tenho uma sorte danada pra câmeras) fiquei triste alguns dias e desanimada, mas enfim, resolvi encarar essa fase meio xucra e sem graça como uma ponte! Em alguns momentos pra chegar do outro lado precisamos passar por caminhos que não são seguros e certos como o chão, e o único jeito de chegar  ao outro lado é passando por uma ponte, passarela..|O negócio não era pra estar lá, mas tá...ajudando a gente a não cair direto.... anyaway. Ninguém vive em cima da ponte, ela é apenas uma fase, um momento. Portanto, enquanto os grandes sonhos não se materializam, vou aceitando a pinguela que me é oferecida. Uma hora, eu chego lá do outro lado!
 E é isso, Pronto, acabou, essa é a minha história!!!

Amanhã tô querendo fazer alguma coisa, mas não prometo nada! ( A vida fica mais fácil assim!!!) 
Vamos ver o que acontece!!! Teh

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu carinho e recado.