365 chega ao fim e bora pra dois zero um cinco



Estou bem longe do que chamo de casa... há mais de 8 mil quilômetros.. com mais de 10 horas de viagem... e contando as horas pra voltar pro Brasil.
Sim, o que eu esperava ser uma super aventura de dois anos, terminou bem antes do que a gente imaginava por dezeeeenas de fatores e entre eles o coração falou mais alto clamando pela pátria. Tão cheia de problemas, tão cheia de detalhes, mas que contem os tesouros terrenos mais preciosos que temos nessa vida: a família.

Não sei se terei saco pra narrar o que aconteceu... e talvez nem vá, afinal esse tempo foi de crescimento espiritual e emocional e isso não dá pra gente colocar em palavras. Se dá pra resumir todos esses 36 dias foi: eitcha!!! Tô triste em voltar por não cursar Fotografia aqui, mas o desejo não de existir e vamos arranjar um outro caminho pra chegar ao destino final. Rumo ao plano B... de certa forma fico feliz por estar na minha, planejando conquistas menos apreciativas e muito mais utilitárias.

Por enquanto animada porque ninguém pediu justificativas e honestamente, cheguei numa fase em que quero entender que não sou obrigada a explicar nada a menos que eu bem queira. Viajar de novo? Só se for a passeio, com data marcada pra voltar. 

Canadá é muito bonito... frio terrível e delicioso ao mesmo tempo. Chegamos no inverno e nem vamos experimentar mais dele por enquanto. Nem dá pra acreditar que 2014 chegou e foi, realizamos uma etapa grandiooooosa na nossa vida (eu e o Di sempre caminhamos juntos e tamo junto em qq situação) cheia de expectativas, grandiosíssimas decisões, lágrimas, centenas de orações - quase que todas respondidas, com afirmações e negativas ... alegrias, muuuitas conquistas que nos levaram a conclusões e descobertas muito mais surpreendentes do que esperávamos. 
Não sei mais o que virá daqui pra frente, mas sei que o Sr cuidará de nós e que em breve ,se Deus permitir , vamos nos estabelecer novamente. 

Promessas agora? Só as da Bíblia. 
Aprendi que eu não sou boa nesse quesito de prometer e cumprir, então, vou ter que achar um caminho pra poder realizar tudo o que desejo e quero... até mesmo, comprar uma fronha ou lavar a louça. Nem acredito que tenho 30... que parece que falta coisa pra conquistar... mas vai saber... as vezes a vida é só pra ser vivida, sem muitas expectativas e desejos de sucesso. Tentar viver mais simples, sem querer agradar quem nem se vê. Cuidar do próximo é uma obra que nem sempre parece importante, mas é o que nos ajuda a nos manter e manter os outros também. Sem glórias ou louros... 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu carinho e recado.